Exemplos de projetos produtivos

 

As famílias beneficiárias devem escolher, em conjunto com o técnico que as acompanham, os projetos produtivos a serem desenvolvidos.

 

Os recursos financeiros repassados à família podem ser utilizados para investimentos em atividades agrícolas, como criação de pequenos animais e horta, ou não agrícolas, como artesanato e pesca. O importante é que o projeto sirva para gerar renda para a família beneficiária e, se possível, para ampliar e diversificar sua produção e seu consumo de alimentos.

 

Levantamento feito em julho de 2018 com 4.328 projetos de famílias atendidas nos estados de Rondonia, Bahia, Alagoas, Paraíba, Piauí, Tocantins, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal mostra os tipos de projeto escolhidos com maior frequência.Destacam-se os projetos de criação de animais, como galinhas (29%) e ovinos/caprinos (20%). Dentre os projetos não agrícolas, os mais comuns são os de revenda, de artesanato ou costura, de panificação e salão de beleza.

 

Projeto de criação de galinhas desenvolvido no município de Juazeiro (BA)

 

 

Projeto de horta familiar em Bela Vista (MS)

 

Projeto de artesanato desenvolvido no município de Oeiras (PI)

 


Projeto de ovinocaprinocultura desenvolvido no município de Juazeiro (BA)