Notícias

PRIMEIRA INFÂNCIA

Secretário Lelo Coimbra recebe prêmio de Direitos Humanos do Distrito Federal

publicado: 04/12/2019 10h00, última modificação: 13/12/2019 17h36
Homenagem reconhece esforço da pasta na implementação do Criança Feliz na capital do país e região
1dd989ac-88d4-48be-81b6-5ae8c7ce1611.jpeg

- Foto: Ronaldo Caldas

O secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, recebeu nesta quarta-feira (04), o prêmio Direitos Humanos do Distrito Federal. A iniciativa foi criada pelo GDF para identificar e divulgar boas práticas adotadas por pessoas físicas e instituições na área dos Direitos Humanos. No total, foram 60 agraciados, entre personalidades e organizações.

Para o secretário Lelo Coimbra, a homenagem é o reconhecimento pelo trabalho realizado para implantação do Criança Feliz no Distrito Federal, que aderiu ao programa em maio deste ano. “É uma honraria ser premiado por estar à frente de uma atividade importante e vinculada integralmente aos Direitos Humanos. Ele é o resultado do esforço do nosso time comandado pelo ministro Osmar Terra”, avaliou. Conforme o GDF, crianças e gestantes começam a receber visitas domiciliares ainda neste mês.

Segundo o secretário de Justiça e Cidadania do GDF, Gustavo Rocha, o prêmio tem o objetivo de estimular ainda mais o desenvolvimento de ações e projetos locais voltados aos grupos mais vulneráveis. “Promover os Direitos Humanos é fazer o bem. Queremos agradecer e homenagear para que mais e mais pessoas possam fazer o bem”, disse.

O prêmio foi criado este ano e será entregue a cada dois anos. Os critérios para a avaliação e seleção dos homenageados, que foram indicados por uma comissão, incluíram histórico de atuação; importância e relevância social do trabalho; criatividade e originalidade das ações, projetos, programas; envolvimento da sociedade civil; inovação metodológica; e relação direta com temas de direitos humanos.

Criança Feliz

O Programa Criança Feliz já atendeu 846 mil pessoas em todo Brasil, por meio de visitas semanais. A meta, até 2022, é chegar a 3 milhões de beneficiários. Coordenado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, o programa promove o desenvolvimento adequado na primeira infância, integrando ações nas áreas de assistência social, cultura, direitos humanos, educação, justiça e saúde.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa