Notícias

Notícias

Progredir oferece mil vagas gratuitas em cursos profissionalizantes

publicado: 12/08/2019 00h00, última modificação: 05/11/2019 17h24
Programa que contempla jovens inscritos no Cadastro Único encerra inscrições dia 14 de agosto

Brasília (DF) - O Ministério da Cidadania está oferecendo mais de mil vagas em cursos profissionalizantes voltados para jovens inscritos no Cadastro Único. Disponibilizados por meio do Plano Progredir, em parceria com o Instituto da Oportunidade Social (IOS), os cursos são gratuitos e as aulas são presenciais.

No total, serão 1.138 vagas distribuídas entre as cidades de São Paulo, Campo Limpo Paulista, Diadema e Barueri, no estado de São Paulo; Belo Horizonte, em Minas Gerais e Joinville, em Santa Catarina.

A secretária nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana do Ministério da Cidadania, Rita Passos, destaca que os cursos priorizam a inserção do jovem no mercado de trabalho em vagas que atendam às necessidades das empresas. “Eles fazem pesquisas nas grandes empresas, eles dão cursos específicos que elas demandam, terminando o curso eles falam a essas empresas que se formou um grupo que atende à sua necessidade”.

Os jovens formados poderão participar do Programa de Empregabilidade do IOS, que busca oportunidades de empregos, principalmente entre as empresas parceiras da instituição. De acordo com a secretária Rita Passos, mais da metade dos jovens que concluem o curso têm sucesso. “Em 2018, eles formaram 2.400 jovens, 1.230 foram empregados. A própria IOS trabalha para que eles sejam incluídos no mercado de trabalho".

Os cursos fazem parte de um conjunto de ações do governo federal para incentivar a geração de emprego e renda entre jovens do Cadastro Único. Para ter acesso aos cursos, o interessado deve se cadastrar no programa Progredir por meio do site e realizar a inscrição no curso desejado até o dia 14 de agosto. As aulas iniciam nos dias 19 e 24 deste mês, e têm duração aproximada de quatro meses.

Serviço - E uma dica aos interessados, é preciso ficar atento a documentação exigida no momento da inscrição: RG e CPF, além do CPF dos pais, comprovante de escolaridade, comprovante de residência e comprovante de renda de todos os moradores da residência. Se o aluno tiver alguma deficiência, é preciso levar laudo médico atualizado. 

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa