Notícias

Notícias

Nova secretária nacional defende criar condições para inserir mais jovens no mercado de trabalho

publicado: 15/05/2019 00h00, última modificação: 05/11/2019 11h14
Cursos técnicos e parcerias com a inciativa privada são estratégias para tirar jovens da pobreza

Brasília – A nova secretária nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Rita Passos, tomou posse nesta quarta-feira (15). Rita é formada em Pedagogia e já atuou como secretária Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social e foi presidente do Fundo Social de Solidariedade de Itu.

Segundo Rita Passos, a experiência na área de gestão pública facilita a implementação de políticas sociais de combate à pobreza. Ela defende que o diálogo com os estados, os municípios e a iniciativa privada é fundamental para o sucesso da administração federal.

A secretária aponta que é preciso capacitar jovens por meio de cursos profissionalizantes a fim de inseri-los no mercado de trabalho. “Temos que estimular os jovens atendidos pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS) a participarem de cursos e projetos semelhantes, oferecendo experiência e contribuindo para um bom currículo”, explica. Outro ponto é a necessidade de dialogar com o setor privado para garantir empregos aos jovens assistidos pelo SUAS.

O empreendedorismo também terá destaque durante a sua gestão. Rita argumenta que, para melhorar a economia e estimular novos empresários, deve-se criar um ambiente de negócios mais favorável a quem deseja abrir uma empresa. “Muita gente no Brasil quer empreender, mas não tem condições ou conhecimento técnico ainda. Precisamos mudar isso, facilitar para quem quer crescer e investir”, afirma.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa