Notícias

PRIMEIRA INFÂNCIA

Municípios são homenageados por boas práticas com o Criança Feliz

publicado: 12/12/2019 10h00, última modificação: 17/12/2019 15h32
As dez cidades reconhecidas pelo governo federal tiveram a oportunidade de apresentar experiências locais com o maior programa de visitação domiciliar de atenção à primeira infância no mundo
1d5e7f0c-2d68-446d-bd15-30c50bb5c108.jpeg

- Foto: Mauro Vieira

Brasília/DF – Dez municípios de sete estados brasileiros foram homenageados no último dia do Encontro Nacional do Programa Criança Feliz, nesta quinta-feira (12), em Brasília. As boas práticas foram reconhecidas com uma placa entregue pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, em agradecimento ao empenho dos profissionais que fazem o programa acontecer no cotidiano das comunidades. Os municípios reconhecidos foram: Barbalha (CE), Belmonte (BA), Doutor Severiano (RN), Iguaracy (PE), Marco (CE), Rosário (MA), Sabará (MG), Sobral (CE), Tomé-Açu (PA) e Umirim (CE).

No total, 635 iniciativas de todo o País foram analisadas em quatro categorias pelo Departamento de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania. “O trabalho de vocês está realmente ajudando e vai ajudar a transformar a sociedade brasileira a médio e longo prazo”, ressaltou o ministro da Cidadania, na abertura do evento.

Iguaracy (PE) teve as boas práticas reconhecidas na categoria Planejamento e Execução da Visita Domiciliar. A supervisora do programa no município, Andresa Gois de Melo Amaral, disse que o Criança Feliz integrou o trabalho na região e levou serviços da Assistência Social, Saúde e Educação ao interior. “Realizamos ações de atendimento odontológico, confecção de carteira de identidade e atualização do Cadastro Único mesmo em localidades distantes mais de 30 quilômetros da sede, então é uma forma de garantir direitos e passar informação”, destacou Amaral.

A secretária de Assistência Social de Tomé-Açu (PA), Joicy Pereira Cardoso Portilho, contou como é realizado o planejamento das visitas domiciliares e quais os subsídios que os visitadores utilizam para auxiliar na interação do cuidador com a criança. “É um orgulho ter nossas boas práticas reconhecidas de podermos participar do Encontro Nacional, compartilhando e aprendendo com cada uma das outras experiências”, enfatizou. Os outros dois municípios reconhecidos na categoria foram: Doutor Severiano (RN) e Barbalha (CE).

Já na categoria Integração Criança Feliz e Sistema Único de Assistência Social (SUAS), os municípios revelaram como se dá a complementaridade entre o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e o Criança Feliz no atendimento às famílias, e quais as interfaces entre o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e o programa. Os municípios reconhecidos foram: Marco (CE) e Rosário (MA).

Outra área foi a Intersetorialidade. As gestões reconhecidas apresentaram a composição e atuação do Comitê Gestor Municipal no Programa Criança Feliz (PCF). Elas também informaram como são acompanhados e monitorados os encaminhamentos do PCF às redes intersetoriais. As cidades reconhecidas foram: Umirim (CE) e Sabará (MG).

A última categoria foi a da Educação Permanente. Os municípios apresentaram ações promovidas para a qualificação dos processos de trabalho dos profissionais do Programa Criança Feliz, detalhando a forma e a frequência dessas atividades. Nessa categoria, os municípios reconhecidos foram Sobral (CE) e Belmonte (BA).

Encontro Nacional

O encontro de coordenadores e multiplicadores estaduais na capital federal durou três dias e marcou o fim de uma série de reuniões regionais do Criança Feliz ocorridas ao longo de 2019. Na ocasião, os gestores do programa puderam trocar experiências e debater perspectivas sobre o futuro da política pública no atendimento à população. Além da equipe da Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, participaram coordenadores estaduais, multiplicadores, consultores da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e convidados.

Saiba mais
Coordenado pelo Ministério da Cidadania por meio da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, o Criança Feliz promove o desenvolvimento adequado na primeira infância, integrando ações nas áreas de saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos.
Até o momento, o programa está presente em 2.787 municípios brasileiros e já atendeu mais de 859,7 mil crianças e gestantes. No total, mais de 24,4 milhões de visitas domiciliares foram realizadas por cerca de 24,6 mil profissionais capacitados que orientam sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Por Diego Queijo

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa