Notícias

SAÚDE

Ministro da Cidadania ressalta valor da primeira infância no 8º Seminário Pais & Filhos

publicado: 03/12/2019 10h00, última modificação: 13/12/2019 17h29
Evento tratou de temas que envolvem o papel da família, como os cuidados nos primeiros anos de vida da criança
8616c187-c51d-4b39-be6b-27464cf4856d.jpeg

- Foto: Mauro Vieira

São Paulo/SP – O ministro da Cidadania, Osmar Terra, foi um dos palestrantes do 8º Seminário Pais & Filhos, realizado nesta terça-feira (3), na capital paulista. O encontro é organizado pela revista que dá nome ao evento, lançada há 51 anos como a primeira publicação segmentada para a família. Reunindo especialistas de diversas áreas, como médicos, psicólogos e empresários, o Seminário propõe o diálogo sobre dificuldades e obstáculos relacionados a esse universo. “A revista País & Filhos presta um grande serviço à sociedade brasileira quando ela traz temas relevantes, temas que impactam na educação, temas que impactam na relação dos componentes socioemocionais das relações dos pais com os filhos, e sabendo a importância que tem isso para o futuro da criança”, afirmou.

Nesse contexto, o ministro falou sobre as bases científicas para a criação de políticas públicas de primeira infância. Segundo Terra, “as vias cerebrais que afetam a capacidade de ler e escrever, o comportamento, a saúde, tudo se organiza muito cedo no cérebro humano”. E é também na primeira infância que os vínculos familiares são formados. “A primeira infância é a política pública de maior impacto hoje. Pode mudar a sociedade porque se investe bem no início da vida, quando as competências humanas estão se organizando. A ciência está mostrando isso. Nos primeiros mil dias de vida, todas as competências mais importantes para o desenvolvimento humano, para o que a pessoa vai ser o resto da vida, se organizam ali”, explicou.

Mãe de Jorge, de quatro meses, Amanda Araújo acompanhou a palestra do ministro. Para ela, o assunto merece atenção de toda a sociedade, começando pela família. “A primeira infância é realmente a fase mais importante do ser humano e da família toda. A gente fala, popularmente, que quando nasce uma criança também nasce um pai, uma mãe, nasce uma família. E a gente aprende muito. Quando você se conecta com o bebê, você tem que realmente prestar atenção nas necessidades dele, entender que a educação é muito mais do que teoria. Tem muita prática ali”, destacou.

À frente da Revista Pais e Filhos, o empresário Marcos Dvoskin elogiou o trabalho que tem sido feito pelo Ministério da Cidadania, ao tratar de um tema importante também para os leitores da publicação. “Temos colocado nos nossos encontros, nos nossos seminários e nas nossas matérias porque a primeira infância é decisiva para o futuro do indivíduo”, relatou.

Por Renata Garcia

8º Seminário Pais & Filhos  (3/12/2019)

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa