Notícias

POLÍTICAS PÚBLICAS

Ministério da Cidadania participa de oficina de planejamento de ações para 2020

publicado: 11/12/2019 18h44, última modificação: 11/12/2019 18h44
Iniciativa da Casa Civil propõe aprimoramento de políticas públicas transversais, envolvendo diferentes áreas e pastas
9fa58858-1241-4460-a2b5-ee17272d1653.jpeg

- Foto: Ronaldo Caldas

Capacitação e aprimoramento. O governo federal, por iniciativa da Casa Civil, está realizando oficinas para o planejamento de ações para o próximo ano. A ideia é fortalecer as políticas públicas transversais – projetos que perpassam por vários setores e repercutem em diferentes áreas, em outras pastas, a exemplo de programas que integram ações nas áreas de assistência social, cultura, educação, direitos humanos e saúde. A secretária de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harasawa, e o secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural, da Secretaria Especial da Cultura, Paulo Nakamura, estiveram presentes.

Para abordar o assunto foi realizado o Curso de Pensamento Sistêmico para Coerência de Políticas Públicas, coordenado pelo assessor especial da subchefia de Análise e Acompanhamento de Ações Governamentais da Casa Civil, Pedro Vilela. Técnicos e profissionais de outras pastas do poder Executivo também participaram. Karim J. Chichakly, especialista em pensamento sistêmico, foi um dos palestrantes convidados. “A presença dele nos ajudará a desenvolver os projetos transversais do poder Executivo federal. Esses projetos transversais estão sendo gerenciados e desenvolvidos por contexto da mensagem presidencial que é o documento onde o presidente declara os principais desafios e prioridades para o exercício seguinte. O objetivo é o fortalecimento dessas políticas”, declarou Vilela.

De acordo com a secretária de Promoção do Desenvolvimento Humano, do Ministério da Cidadania, Ely Harasawa, o curso é uma iniciativa importante para capacitar atores governamentais a atuarem de forma articulada e integrada. “É fundamental para o gestor ter uma visão mais abrangente, e com características multidisciplinares, considerando que os problemas da sociedade são complexos e multidimensionais, visto que as políticas sociais são transversais”, atentou.

O secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural, da Secretaria Especial da Cultura, Paulo Nakamura, concordou que a iniciativa pode ser decisiva no que se refere à elaboração de estratégias de proteção social. “Esse conhecimento será aplicado nas questões sociais, que são igualmente complexas. Mas esse tipo de ferramenta pode ajudar à montagem e elaboração de melhores políticas na área de desenvolvimento social”, declarou.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa