Notícias

INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL

Ministério da Cidadania inaugura Cozinha Comunitária em Estância (SE)

publicado: 21/11/2019 12h00, última modificação: 11/12/2019 15h43
Empreendimento irá beneficiar famílias em vulnerabilidade social com uma refeição gratuita por dia
9df83247-f354-4249-883d-a655b084a3f5.jpeg

- Foto: Divulgação / Prefeitura de Estância

Facilitar o acesso da população de baixa renda a uma alimentação saudável. Este é um dos objetivos do Programa Cozinha Comunitária, coordenado pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania. Nesta quinta-feira (21), mais uma unidade foi inaugurada – desta vez, em Estância (SE). O empreendimento vai ofertar uma refeição por dia para até cem pessoas que estão no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal.

A proposta é ampliar o número de refeições distribuídas e atender a mais pessoas, conforme o funcionamento da unidade. O investimento do Ministério da Cidadania para a instalação do equipamento foi de R$ 350 mil. Com estrutura semelhante a um restaurante, a Cozinha Comunitária está localizada em um ponto de alta vulnerabilidade social de Estância, segundo conta o secretário de Inclusão Social e Produtiva Rural, José Roberto Cavalcante.

“Está dentro de uma região periférica da cidade, que é onde está a maior concentração do público do Programa Bolsa Família e do Cadastro Único. E ela atende também a outro viés, que é a questão da capacitação para a inserção dessas pessoas no mercado de trabalho, na parte de culinária”, atentou Cavalcante.

O cardápio será elaborado por uma nutricionista para atender às necessidades nutricionais da população. Segundo o prefeito de Estância, Gilson Andrade, a unidade funcionará de segunda à sexta-feira e distribuirá refeições no horário de almoço sem nenhum custo para o público - será tudo gratuito. “É uma grande obra do ponto de vista social, pois são famílias que vivem em condições de extrema vulnerabilidade social, então é de uma importância muito grande a Cozinha Comunitária”, destacou o prefeito.

Cozinha Comunitária

Em todo o País, mais de 300 Cozinhas Comunitárias já foram entregues e realizam o fornecimento de refeições a pessoas que estão cadastradas pelas unidades da rede de Assistência Social. As refeições são ofertadas de forma gratuita, diferente do Restaurante Popular, que atende ao público geral cobrando um valor pela refeição subsidiada. As cozinhas são direcionadas a municípios que apresentem elevado número de pessoas em situação de miséria ou pobreza.

*Por Renata Garcia


Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania
Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412