Notícias

REPARO

Governo federal vai pagar auxílio emergencial para pescadores afetados pelo óleo no litoral brasileiro

publicado: 13/12/2019 15h00, última modificação: 20/12/2019 15h43
Ministério da Cidadania vai repassar mais de R$ 130 milhões a trabalhadores de 128 municípios; lista de quem receberá os recursos foi elaborada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
193671de-30b7-4e1c-8674-5a61bc92f0f0.jpeg

- Foto: Sérgio Amaral

Brasília/DF - O governo federal vai repassar mais de R$ 130 milhões para pescadores artesanais de onze estados. O recurso é um auxílio emergencial para os trabalhadores que foram atingidos pelas manchas de óleo no litoral brasileiro. O pagamento começa nesta segunda-feira (16) e vai até a segunda-feira (23), de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS). Eles receberão R$ 1.996 cada, dividido em duas parcelas. A medida provisória que garante os recursos foi publicada no Diário Oficial da União.

No total, a iniciativa vai beneficiar cerca de 66 mil pescadores de 128 municípios. Para ter direito ao benefício, os pescadores devem estar inscritos e ativos no Registro Geral da Atividade Pesqueira, com atuação em área marinha ou estuarina – os manguezais -, e residentes nos municípios afetados. O pagamento será feito mesmo que o beneficiário tenha direito a outro valor pecuniário pago pela União.

Segundo o secretário Especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, o benefício segue a orientação do presidente Jair Bolsonaro de não deixar nenhum brasileiro para trás. “Como não temos um responsável, o governo precisava tomar uma iniciativa. E por isso, fez uma medida provisória que foi publicada no Diário Oficial. São recursos que serão distribuídos para pessoas que vivem da pesca artesanal, onde esse óleo que chegou impediu que o seu trabalho continuasse e a sua renda fosse subtraída. Então, esse repasse é muito importante porque significa não deixar ninguém para trás”, avaliou o secretário do Ministério da Cidadania.

Serão beneficiados 65.983 pescadores de 11 estados e 128 municípios:

Saiba Mais
A parcela poderá ser sacada no prazo de até 90 dias, a partir da data da disponibilização do crédito ao beneficiário. A relação dos pescadores profissionais artesanais foi produzida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Já o auxílio será pago pelo Ministério da Cidadania aos beneficiários, com recursos disponibilizados pelo Ministério da Economia.

Por André Luiz Gomes

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa