Notícias

AGRICULTURA FAMILIAR

Exército vai comprar R$ 3,4 milhões de agricultores familiares no RJ

publicado: 08/09/2019 00h00, última modificação: 01/11/2019 19h16
Aquisição será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos. Edital segue aberto até 14 de outubro

Brasília/DF - O Grupamento de Apoio do Rio de Janeiro, do Exército Brasileiro, está com chamada pública aberta para a compra de R$ 3,4 milhões em produtos da agricultura familiar, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra Institucional. O edital segue aberto para propostas até às 9 horas da próxima segunda-feira, 14 de outubro.

No total, a chamada pública solicita 25 itens, incluindo carne bovina, frango, arroz, feijão, café e verduras. A coordenadora substituta de Aquisição e Distribuição de Alimentos da Secretaria Nacional de Desenvolvimento Social e Produtivo Rural do Ministério da Cidadania, Viviane Albuquerque, destaca que os órgãos federais do Rio de Janeiro concentram a maior demanda de alimentos do Brasil. “Por ser a unidade federativa com maior concentração de militares do país, o Rio de Janeiro é quem mais demanda por meio da modalidade Compra Institucional do PAA”, informa.

Segundo Viviane, a alta demanda e a variedade de itens solicitados no edital garantem oportunidade de venda para produtores de diferentes gêneros alimentícios. “Este edital está bem diversificado. Ele pede hortaliças, hortifrúti, leite em pó e vários outros itens, o que favorece uma grande variedade de fornecedores”, comenta.

Saiba mais
A Compra Institucional do PAA é uma das medidas do governo federal para incentivar a agricultura familiar e promover a segurança alimentar e nutricional. Por meio dessa modalidade, cada agricultor pode vender até R$ 20 mil por ano por órgão comprador. Já as cooperativas ou associações têm teto de R$ 6 milhões por ano para cada órgão, respeitando o limite máximo de cada agricultor individual.
Mais informações no site

Por Henrique Jasper

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412