Notícias

NOTÍCIAS

Cidadania promove encontros de capacitação para tratamento de dependentes químicos

publicado: 25/03/2019 00h00, última modificação: 05/11/2019 10h12
Secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas esteve no Nordeste e se reuniu com representantes de comunidades terapêuticas e do setor de psiquiatria

Brasília – O secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro Júnior, palestrou, na última semana, em dois encontros de capacitação voltados ao tratamento de dependentes químicos. Os eventos foram realizados nos Estados do Piauí e Rio Grande do Norte. O primeiro, promovido pela Federação Norte e Nordeste de Comunidade Terapêuticas (FENNOCT), em Teresina (PI), reuniu mais de 30 instituições de dez estados das regiões Norte e Nordeste do país. De 21 a 23 de março, cerca de 140 participantes trataram das inovações no tratamento de pessoas viciadas em drogas.

O curso – voltado para assistentes sociais, psicólogos e profissionais da rede de Atenção Psicossocial (RAPS) – apresentou os avanços da política de combate às drogas e das comunidades terapêuticas no Brasil. Durante a capacitação, o secretário Quirino Cordeiro explicou as ações tomadas pelo Ministério da Cidadania na última semana, entre elas a ampliação da oferta de vagas financiadas pelo governo federal.

“Expandimos o número de vagas nas comunidades terapêuticas. Em 2018, eram aproximadamente 2,9 mil e, agora, passamos para 11 mil, quase que quadruplicamos o número de vagas. Saímos de um orçamento de R$ 40 milhões para R$ 150 milhões. Esse é um salto admirável para o sistema nacional, que vem desenvolvendo ações importantes”, ressaltou Quirino.

O diretor da FENNOCT e coordenador da Fazenda da Paz, local onde foi realizado o encontro, também comentou sobre a ampliação da quantidade de vagas, que está relacionada ao objetivo do encontro. “Assinamos quase 500 contratos com comunidades terapêuticas em 2019. No Piauí, acreditamos que, neste ano, iremos ultrapassar 1,5 mil vagas diante das 500 que já são oferecidas hoje. Já estamos preparando nossas comunidades para atender uma maior quantidade de dependentes químicos”, apontou.

Agenda com o governador – Ainda na quinta-feira (21), o secretário do Ministério da Cidadania se reuniu com o governador piauiense Wellington Dias. A audiência teve como objetivo reforçar as parcerias para a qualificação dos profissionais e das pessoas em tratamento, além da estruturação da área da saúde para o atendimento de dependentes químicos.

De acordo com Wellington Dias, a reinserção social é um dos grandes desafios. “Há a necessidade de uma formação adequada para as necessidades do mercado de trabalho, assim como a reinserção na família como forma de promoção cidadã”, destacou.

Em Natal – Na sexta-feira (22), o secretário participou do I Simpósio Norte-Rio-Grandense de Dependência Química, que recebeu 130 participantes do Rio Grande do Norte, da Paraíba, do Ceará, da Bahia e de Pernambuco. O panorama atual sobre as drogas no Brasil, as questões de saúde em consequência do uso de entorpecentes e o aumento da criminalidade nos últimos anos foram alguns dos temas discutidos durante o encontro.

No mesmo dia, o secretário Quirino Cordeiro também se reuniu com o senador Styvenson Valentim sobre as pautas de enfrentamento às drogas no Senado Federal. Eles debateram o apoio para a votação do Projeto de Lei da Câmara 37/2013, de autoria do ministro da Cidadania, Osmar Terra, quando deputado federal, que altera o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad).

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa