Notícias

Notícias

Campanha antidrogas do governo federal é destaque em campeonato internacional de futebol

publicado: 24/06/2019 19h44, última modificação: 06/11/2019 16h16
Craques do passado se uniram dentro de campo no combate à dependência química

Brasília - A campanha nacional de combate às drogas do Ministério da Cidadania foi destaque nas semifinais da Copa Internacional de Futebol Legends, no Estádio Bezerrão, no Gama (DF). Nesse domingo (23), nas partidas entre Botafogo e River Plate do Uruguai, e Vasco e Fluminense, jogadores entraram em campo carregando uma faixa com a mensagem “Todos na torcida por um brasil livre das drogas”. A inciativa, criada pela Secretaria de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred) em parceria com a Secretaria Especial do Esporte, busca conscientizar a população sobre os danos causados pela dependência química.

O secretário da Senapred, Quirino Cordeiro Jr., frisou o papel do esporte na luta contra os entorpecentes. Segundo ele, o futebol é um importante instrumento de inclusão social. “O futebol é uma paixão para os brasileiros e é muito importante levarmos a mensagem da prevenção às drogas em um evento como esse. É apenas uma das ações que planejamos para os próximos meses. ”

Craques que participaram do campeonato também falaram sobre a importância da campanha. Donizete Pantera, um dos ídolos do Botafogo, ressaltou o impacto positivo que as campanhas de combate às drogas do governo federal têm no futuro das crianças. Para ele, o esporte é um poderoso aliado contra a dependência química. “Hoje sabemos que nossas crianças têm facilidade para ir para o caminho errado. O futebol e o esporte obrigam as pessoas a se cuidarem para ter um bom rendimento. Por isso, a prática esportiva é fundamental na vida da criançada”, afirmou.

O artilheiro Somália, do Fluminense, acredita que projetos sociais envolvendo práticas esportivas podem mudar a realidade de jovens em situação de vulnerabilidade social. “Essas campanhas, principalmente organizadas pelo governo federal, são muito importantes. Eu comecei em um projeto social, tornei-me profissional e, hoje, sou ex-atleta. Essas inciativas são ótimas para dar um futuro melhor às crianças. ”  

Mais informações sobre as campanhas de prevenção às drogas no site http://mds.gov.br/.

 

*Por Henrique Jasper

 

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa