Notícias

Covid-19

Governo Federal antecipa pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial

publicado: 20/04/2020 20h00, última modificação: 23/04/2020 12h38
Outra novidade anunciada nesta segunda-feira (20.04) é a possibilidade de a pessoa inscrita no Cadastro Único que não foi contemplada inicialmente pedir o benefício pelo aplicativo da Caixa

 


O Governo Federal adiantou para esta semana o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. A partir de quinta-feira (23.04), as pessoas nascidas em janeiro ou fevereiro já aprovadas pelo sistema receberão mais um pagamento do benefício. Quem nasceu em março ou abril receberá a parcela a partir de sexta-feira (24.04) e assim por diante. Anteriormente, o pagamento seria efetuado apenas a partir de 27 de abril. O crédito da primeira parcela continua normalmente, sendo que apenas nesta segunda-feira (20.04) a Caixa Econômica Federal está contemplando mais de seis milhões de cidadãos.


“Hoje estamos pagando por dia a mais pessoas que a população inteira de alguns países do mundo”, comparou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante coletiva de imprensa para anunciar as novidades. “Entendemos que a espera é frustrante, mas a boa notícia é que, quando a pessoa for receber, receberá duas parcelas”, completou.

 

Foto: Rafael Carvalho/ Min. Cidadania


O aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial e o site auxilio.caixa.gov.br foram atualizados para permitir às pessoas que tiveram o CPF regularizado recentemente inserir os dados. Outra atualização é a possibilidade de quem está no Cadastro Único, mas teve o benefício negado, cadastrar-se pelo aplicativo e pleitear novamente o auxílio. “Todas as pessoas do CadÚnico poderão se cadastrar, serão analisadas e poderão vir a receber”, afirmou Guimarães.


O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, destacou que tem sido feito um grande esforço para atingir o maior número de pessoas. “Até sexta-feira, teremos atingido, na primeira parcela, 42 milhões de brasileiros. Nenhum país fez um movimento desse tamanho com tanta segurança e rapidez. Até o final do processo, estaremos bancarizando milhões de brasileiros e dando condições para que o Estado possa enxergar esses brasileiros que eram invisíveis até então”, projetou Onyx Lorenzoni.

 


A Caixa já abriu mais de 10 milhões de contas digitais para as pessoas receberem o auxílio. A projeção é que esse número chegue a 30 milhões ao fim de todo o processo. O auxílio emergencial criado para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia da Covid-19 (novo coronavírus) já foi pago a 24,2 milhões de pessoas, num total de R$ 16,3 bilhões.

 

AUXÍLIO EMERGENCIAL - PAGAMENTO DA SEGUNDA PARCELA
Brasileiros inscritos no Cadastro Único e inscritos pelo aplicativo e site que já receberam a primeira parcela:

Quinta-feira (23.04)
• Nascidos em janeiro e fevereiro

Sexta-feira (24.04)
• Nascidos em março e abril

Sábado (25.04)
• Nascidos em maio e junho

Segunda-feira (27.04)
• Nascidos em julho e agosto

Terça-feira (28.04)
• Nascidos em setembro e outubro

Quarta-feira (29.04)
• Nascidos em novembro e dezembro


Regularização de CPFs


O ministro da Cidadania comemorou o fato de o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter derrubado a liminar que suspendia a exigência de CPF regular para o recebimento do auxílio. “Faço um agradecimento ao STJ, que cassou a liminar, garantindo o CPF como base do cadastramento, análise e fornecimento do auxílio emergencial. Todo o sistema financeiro brasileiro é estruturado em cima dessa informação”, disse Onyx Lorenzoni, que ainda ressaltou o trabalho em conjunto do ministério com a Receita Federal, que permitiu a regularização de 13,6 milhões de documentos.


“Queremos agradecer também à Receita Federal, que permitiu que pudéssemos facilitar e simplificar a regularização dos CPFs. Mais de 13 milhões de CPFs retornaram à base de dados da Dataprev, Caixa e Cidadania”, concluiu.

 

 


Acessos


O aplicativo Caixa Auxílio Emergencial já teve mais de 50,3 milhões de downloads e 42,2 milhões de cadastros. A ferramenta digital serve para que trabalhadores informais, autônomos, contribuintes individuais do INSS e microempreendedores individuais solicitem o benefício. O aplicativo Caixa Tem, que serve para movimentar a conta poupança digital, conta com 21,9 milhões de downloads. O site auxilio.caixa.gov.br soma 275,1 milhões de visitas, enquanto a central telefônica 111 recebeu 49,6 milhões de ligações.

 


Ascom – Ministério da Cidadania